quarta-feira, 7 de março de 2007

Imprensa e seus culpados

Desta vez as chuteiras são as culpadas pelos problemas que afligem o futebol brasileiro. Mais especificamente o Flamengo do "craque " Obina, o rei da mídia carioca. Com as lesões de joelho de Obina, Nilmar, Kerlon, Alemão, todas na mesma semana, a imprensa saiu a busca de respostas para um problema tão comum em se tratando de um esporte de alta exigência física. Sem analisar profundamente cada caso e buscando na generalização a resposta, a culpa caiu sobre as chuteiras e seus fabricantes, "gente da pior espécie que só pensa no lucro em detrimento do esporte" como alguns já pensam por aí.

Ora, as chuteiras de hoje são exemplos de pura tecnologia. Leves, bonitas e personalizadas, buscam aprimorar o desempenho do atleta. Afirmar que o tipo de trava não é adequado e que prende o pé do jogador na grama no momento do giro é simplismente dar uma resposta rápida, sem conhecimento e sem provas. A imprensa deveria também analisar os gramados brasileiros, o tipo de preparação física dos clubes, a condição atlética dos jogadores, o lance que ocasionou cada lesão antes de dar um veredito. Uma lesão grave como a de joelho poderia ser causada por vários fatores. O fato de vários jogadores terem o mesmo problema num espaço de tempo tão curto não significa que a causa seja a mesma. Coincidências acontecem.

Culpar a chuteira é dar uma resposta simplista e sem critério. Mas esse é um problema crônico de nossa imprensa. Eu não acredito.

Nenhum comentário: